30 de setembro de 2015

A minha experiência com: #1 | DVINE - parte 1

Aqui há algum tempo falei aqui no blogue sobre uma nova marca de cosméticos que ia ser lançada no mercado - DVINE. Na altura, encontrava-se a decorrer uma campanha de crowdfunding para ajudar a marca na produção dos novos produtos e crescer. Eu ajudei e, com isso, tive a oportunidade de experimentar quatro produtos da marca (que sinceramente tinha bastante curiosidade em experimentar os produtos).

Os produtos que experimentei foram os seguintes:
- DVINE Gel de Limpeza com Água Floral de Uva,
- DVINE Esfoliante com Películas e Grainhas de Uva
- DVINE Emulsão de Dia Poder Dinâmico de Uva
- DVINE Sérum Ouro Invencível (Sim! O famoso sérum com ouro de 24 quilates na sua composição.)

Antes de contar a minha experiência propriamente dita, tenho de salientar que a minha pele, assim como quase toda a população masculina, é oleosa.

Neste momento, já acabei o Gel de Limpeza e a Emulsão de Dia. Ainda não terminei o Esfoliante nem o Sérum. Seguidamente, vou dizer-vos o que achei dos dois primeiros produtos e posteriormente, falar-vos-ei dos restantes.

29 de setembro de 2015

Quando uma pessoa pensa que já viu de tudo... | #2

Hoje foi notícia um homem que, com medo de aranhas, decidiu tentar matá-la... em plena bomba de gasolina.

Ora vejam:


Ao que parece, o gesto dele resultou num imenso deflagrar de chamas mas, felizmente, não fez feridos, nem o carro dele ficou afetado pois ficou intacto. O mesmo já não se pode dizer da bomba de gasolina que não ficou lá muito famosa.

A minha questão em relação a isto tudo é: mas anda tudo louco?!

Meus amigos e minhas amigas, tenham juízo e controlem-se nestes vossos instintos!! Sei que é mais fácil dizer que fazer mas acho que isto é levar os medos e fobias ao extremo.


Não me canso de ouvir | #1

E é isto hoje. Colocar em modo "Repeat" e passar um bom bocado.

Banda sonora dos meus dias neste momento :)

Pode ser "Bland" mas a voz do Sam Smith é extremamente boa e esta música "gives chills".



28 de setembro de 2015

A dieta do chá verde

Aqui há dias estava a ver as notícias e deparei-me com uma que prendeu a minha atenção: uma rapariga adolescente tinha sido hospitalizada com uma hepatite devido à tão famosa (assim como muitas outras dietas) dieta do chá verde. Segundo esta teoria, ao ingerirmos chá verde diariamente, iremos emagrecer e desintoxicar o nosso organismo.


Quanto à dieta propriamente dita, é certo que se ingerirmos moderadamente chá verde (reparem que eu disse moderadamente), por exemplo, uma chávena por dia, como complemento de uma dieta alimentar bastante completa e variada (mais à frente irão perceber porque é que estou a dizer como complemento), irá trazer alguns benefícios, nomeadamente, o seu efeito diurético (assim como todos os outros chás). Quanto ao poder antioxidante, não é bem assim: acreditem que é mito!

27 de setembro de 2015

Quando uma pessoa pensa que já viu de tudo... | #1

...eis que surge alguém que nos surpreende!

Apenas 24 horas por mais de 2000€?!

Haja dinheiro para desperdiçar.



(www.jn.pt)

26 de setembro de 2015

BOOKS #1 | Diário de uma Obsessão (Claire Kendal)

Uma das minhas grandes paixões é a leitura. Algo que quando era criança não era mas aos poucos, e uma vez que tenho uma família bastante apaixonada por livros, fui-lhe tomando o gosto.

Sim, tenho um género que me interessa particularmente que é o Thriller/Policial. Gosto de livros que me exercitem o raciocínio e que me coloquem constantemente a pensar no que se está a passar e a questionar-me o que se passará a seguir.

Num dos dias em que andei às compras pelas livrarias dei de caras com este livro - Diário de uma Obsessão, de Claire Kendal - que me chamou a atenção Este é o primeiro livro da autora e, segundo a mesma, eis o resumo do livro:

"Clarissa está cada vez mais assustada com o seu colega Rafe. Ele não a deixa em paz e recusa-se a aceitar "não" como resposta. Está sempre presente.
Ser convocada para ser jurada é um alívio. A sala do tribunal é um abrigo seguro, um lugar onde Rafe não pode estar- Mas às medida que uma narrativa de rapto e violação se desenrola, Clarissa começa a ver paralelismos entre a sua situação e a da jovem na barra das testemunhas. Se quer sobreviver, Clarissa terá que expor o seu perseguidor. Ao desenredar o macabro e perverso conto de fadas que Rafe teceu em torno deles, descobre que o final que ele visiona é mais aterrador do que ela poderia alguma vez pensar. Mas como é que alguém pode proteger-se de um inimigo que mais ninguém consegue ver?"

4 de setembro de 2015

A noite em que assaltei a "Caixa Forte"

Este fim-de-semana fui ao Teatro Sá da Bandeira e assisti à peça "Caixa Forte". Esta era uma peça que tinha curiosidade em ver desde o ano passado quando estreou em Lisboa, devido à história e também ao elenco.


Para quem não conhece a história, aqui fica um breve resumo:

"Caixa Forte" é uma comédia com Fernando Mendes, Carla Andrino, Cristina Areia e Frederico Amaral. Fernando Mendes é Rogério, um segurança de um banco, que numa sexta-feira se prepara para um dia normal de trabalho ao acompanhar um casal de clientes ao interior da caixa forte.
Minutos depois de entrarem, a porta da caixa forte fecha-se automaticamente, deixando o segurança e o casal de clientes encurralados no seu interior.
Assim, um segurança bonacheirão, uma rica arrogante e o seu jovem e maltratado marido vão ter de aprender a conviver juntos e arranjar um plano que lhes permita sobreviver até segunda-feira, altura em que a porta se voltará a abrir. Dentro da caixa forte, os telemóveis não funcionam, não há maneira de contactar com o exterior, só há uma garrafa de água e - o mais grave, na opinião de Rogério - não há chanfana.
Durante uma hora e meia, os três vão conhecer-se, odiar-se, discutir o canibalismo, confessar os seus pecados, arranjar maneira de ultrapassar o facto de não haver uma casa de banho, ouvir Jorge Fernando e... sobreviver! Sobreviver à clausura e, mais difícil, sobreviver às conversas e teorias do segurança.
Resta saber se todos estão ali pelas razões que aparentam e se alguém os salvará antes de segunda-feira."

3 de setembro de 2015

Há que ser assertivo


Getting Fit #2

E hoje foi dia de mais um treino. Confesso que uma das coisas que mais gosto nestes treinos é o facto de serem ao ar livre: nada de confusões de ginásios, nada de manifestações de testosterona, nada de "eu é que sou bom porque levanto 150 kg de cada lado e solto urros guturais como se estivesse na casa de banho com diarreia e umas cólicas infernais". Só eu e o meu treinador. Pronto. E chega! Mesmo. Não há melhor e a cada treino que passa, tendo em conta aquilo que aos poucos me vejo a conseguir fazer, mais motivado fico e com mais vontade de continuar a treinar.